Lava Jato: Rafael Barbosa, Miziara e mais dez presos por roubarem dinheiro da saúde no DF Operação da polícia é desdobramento da Lava Jato contra corrupção em compras da secretaria de Saúde

0

Os ex-secretários de Saúde do DF, Rafael Barbosa e Elias Miziara, foram presos na manhã desta quinta-feira, 29, na Operação Conexão Brasília. A prisão preventiva  também foi decretada para outras pessoas.

Segundo a investigação,  os crimes foram durante governo de Agnelo Queiroz (PT) na área de saúde.

Estão sendo cumpridos 44 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro.

A investigação é um desdobramento de operações da Lava-Jato, no Rio de Janeiro, que desvendaram o esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude à licitação do governo de Sérgio Cabral.

Este é o resultado do trabalho de investigação conduzido por uma força-tarefa de combate à corrupção na saúde criada pelo procurador-geral de Justiça do DF, Leonardo Bessa, que teve como base as operações Fatura Exposta e Ressonância, autorizadas pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. Os demais mandatos de prisão foi expedidos contra:

– MIGUEL ISKIN

– GUSTAVO ESTELLITA CAVALCANTI PESSOA

– MARCO ANTÔNIO GUIMARÃES DUARTE DE ALMEIDA

– MARCUS VINICIUS GUIMARÃES DUARTE DE ALMEIDA

– GAETANO SIGNORINI

– MARCIA DE ANDRADE

– EDCLER CARVALHO SILVA

– JOSÉ DE MORAES FALCÃO

– RENATO SÉRGIO LYRIO MELLO

– VICENTE DE PAULO SILVA DE ASSIS

Comentários