LAVA JATO PRENDE PEZÃO, GOVERNADOR DO RIO Operação tem nove mandatos de prisão

0

O governador do estado do Rio de janeiro, Luiz Fernando Pezão, foi preso na manhã desta quinta-feira, 29, em mais uma operação da Lava jato batizada de “Boca de Lobo”.

A prisão do governador aconteceu às 6h,  no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo do estado. A Operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro da quadtilha do ex-governador, Sérgio Cabral, que também está preso e condenado a mais de 100 anos de prisão por corrupção.

Pezão é acusado de receber R$ 150 mil mensais do esquema de roubo do dinheiro público. A ordem de prisão preventiva foi expedida pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça – STJ. O vice-governador Francisco Dornelles deve assumir o cargo.

Além de Pezão, há  mandatos de prisão contra José Iran Peixoto Júnior – secretário de Obras do estado, Affonso Henriques Monnerat Alves Da Cruz – secretário de Governo, Luiz Carlos Vidal Barroso – servidor da secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Marcelo Santos Amorim – sobrinho do governador, Cláudio Fernandes Vidal – sócio da J.R.O Pavimentação, Luiz Alberto Gomes Gonçalves – sócio da J.R.O Pavimentação, Luis Fernando Craveiro De Amorim – sócio da High Control  e César Augusto Craveiro De Amorim – sócio da High Control.

Pezão é o quarto governador do Rio de Janeiro a ser preso. Sergio Cabral, Anthony Garotinho e Rosinha Matheus foram os antecessores detidos pela polícia. Segundo o Ministério Público Federal-MPF, Pezao pode ter embolsado mais de R$40 milhões roubados.

 

Comentários