LAVA JATO PRENDE JOESLEY, VICE-GOVERNADOR DE MINAS E DEPUTADO Criminosos foram denunciados por delações premiadas

0

A Lava Jato, em mais um de seus múltiplos desdobramentos, prendeu na manhã desta sexta-feira 9, o dono da JBS / Friboi JOESLEY Batista, o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade e  o deputado João Magalhães entre outros.

A operação batizada de Capitu também prendeu Ricardo Saud e  Demilton de Castro, apontado como o responsável por organizar um arquivo com 9 mil dados dobre crimes cometidos JBS o chamado “planilhão da propina”.

A Polcia  Federal cumpre 19 mandados de prisão temporária e 63 de busca e apreensão no Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso.

A operação é baseada na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB.

Segundo as investigações, havia um esquema de arrecadação de propina dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, que recebiam dinheiro da JBS, que pertencem aos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo.

Ainda de acordo com as investigações, empresas doavam dinheiro para políticos e partidos. Duas grandes redes varejistas de Minas Gerais atuavam no esquema, por meio de seus controladores e diretores.

 

 

 

Comentários