Justiça solta hackers que invadiram LAVA JATO

0

A 10ª Vara Federal de Brasília, mandou soltar os hackers Walter Delgatti Neto e Thiago Eliezer, acusados de invadir os celulares de diversas autoridades, inclusive de investigadores da operação Lava Jato e do então Juíz, Sergio Moro.

Eles estavam em prisão preventiva desde o ano passado e o juiz Ricardo Leite viu “excesso de prazo” nas detenções.

A justiça atendeu ao pedido da Defensoria Pública da União, que defende ambos os réus. O órgão conseguiu anular audiências em que os dois seriam ouvidos por não ter conseguido acesso à delação premiada de um dos denunciados pela invasão.

Como as novas audiências não têm data para acontecer e o juiz deu mais prazo para que a DPU analise os documentos a que ainda não teve acesso, o juiz Ricardo Leite autorizou que os réus fiquem em liberdade.

“Entendo que manter a prisão preventiva de Thiago Eliezer Martins Santos e de Walter Delgatti Neto durante toda a instrução criminal acarretará inevitável excesso de prazo”, escreveu o juiz, na decisão.

Eles vão usar tornozeleira eletrônica e estão proibidos de manter contato entre si e com outros acusados no caso.

Comentários