Izalci pode ser novo coordenador da bancada do DF no Congresso Senador é mais cotado para assumir, depois de desistência de deputada

0

O senador Izalci Lucas (PSDB) pode ser o novo coordenador da bancada de parlamentares no Congresso Nacional.

Izalci disputava com a deputada Flávia Arruda, que renunciou à disputa. Com isso, Izalci passa a ser o franco favorito para representar o DF na Comissão Mista de Orçamento do Congresso. A definição, no entanto, ainda precisa ser referendada pelos 11 congressistas da capital da República.

Entre as principais atribuições do coordenador neste ano, está a destinação de R$ 400 milhões em emendas parlamentares referentes a anos anteriores.

“Entendo que os interesses de Brasília devem estar acima de qualquer tipo de postulação individual, ainda que legítima. Por isso, ao agradecer o apoio, retiro meu nome, e me coloco à disposição da bancada para, juntos, estabelecermos critérios e escolhermos um representante com a brevidade possível, visto que as bancadas dos outros estados já o fizeram”, escreveu a parlamentar em um comunicado. (Continua depois da Publicidade)

FIGUEIRA  DA VILLA VINHOS E CARNES 

Tomar um bom vinho harmonizado com variedade de carnes, que vão desde o bife de ancho ao carré de cordeiro, é ótima opção no Figueira da Villa. Pertinho do Congresso Nacional.

A escolha para a função é feita voto a voto, mas tradicionalmente o nome nasce de uma costura entre os mandatários das duas Casas. Flávia conseguiu a maioria na Câmara dos Deputados, mas Izalci garantiu o apoio da senadora Leila Barros (PSB). Pelo regimento, o escolhido precisa ter a maioria dos congressistas.

Segundo o senador, essas emendas foram apresentadas nas gestões anteriores e apenas ele e a deputada Erika Kokay (PT) participaram desse processo.

“Não há cargos nem benesses. O coordenador da bancada apenas articula com os congressistas as prioridades e leva para a CMO o que foi decidido, sob pena de as emendas não serem executadas”, disse  o tucano.

O último coordenador da bancada foi o ex-deputado federal Vitor Paulo (PRB), atual secretário de Articulação Institucional do Governo do Distrito Federal (GDF), como existe uma sequência de alternância entre os coordenadores, um a Câmara e outro do Senado, a vez seria de Izalci, o que deve ter pesado na decisão de Flávia Arruda.

Entre as emendas destinadas pelas bancadas anteriores estão verbas destinadas para construção de hospitais, viadutos, creches e outros investimentos pendentes desde 2016.

 

Comentários