Israel vacinou 53% da população e caminha para fim de restrições, diz primeiro ministrro Ministrro das Relações Exteriores do Brasil é advertido por não respeitar regra sanitária israelense

0

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu disse neste domingo (7) que o país está prestes a acabar com as restrições relacionadas à Covid-19 e retomar suas atividades econômicas.

Com 53% dos israelenses vacinados contra a covid-19 com pelo menos uma dose da vacina da Pfizer, o país é um dos que mais vacinaram no mundo.

Segundo o Ministério da Saúde israelense, o governo tem gradualmente reaberto empresas, escolas e o principal aeroporto do país, ainda que todos funcionem com limite de capacidade.

Neste domingo, os restaurantes de Israel reabriram. Se houver uma alta de contágios, as restrições serão reimpostas, dizem as autoridades de Saúde.

“Os restaurantes estão voltando à vida”, disse Netanyahu depois que ele e o prefeito de Jerusalém, Moshe Lion, comeram doces do lado de fora de um café em um parque da cidade.

“Ainda temos que nos vigiar, temos que usar máscaras, manter as distâncias que as pessoas exigem, as distâncias sociais, mas estamos saindo disso”, afirmou.

Alguns locais de lazer têm acesso limitado a clientes que podem provar imunidade ao coronavírus (chama-se isso de “passe verde”, é um documento emitido pelo Ministério da Saúde). Com isso, as autoridades esperam convencer os israelenses ainda relutantes em se vacinar.

Israel saiu de seu terceiro lockdown no mês passado. O governo de Netanyahu prometeu que não haverá um quarto.

A expectativa no Brasil é de que a missão do governo federal enviada ontem ao país em busca de um spray, traga na bagagem o aprendizado de como retomar a economia esfacelada pela política negacionista do presidente Jair Bolsonaro. Vacina, vacina e mais vacina, além de boa educação e o uso da máscara.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que lidera a comitiva, acostumado a desrespeitar as regras sanitárias no Brasil tomou uma chamada hoje durante cerimônia de boas-vindas em Israel.

No momento em que o ministro foi convidado a posar para uma foto ao lado do chanceler israelense Gabi Ashkenazi, o locutor do evento pediu para que o ministro brasileiro pusesse a máscara. Tomara tenham aprendido.

primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ensina medidas de prevenção em publicidade

Recentemente o governo de Israel lançou um vídeo com o primeiro ministrro dando lição aos que se recusam a tomar as medidas contra a Pandemia.

Comentários