Hardt define prazo para Lula se defender sobre o sítio de Atibaia Processo da operação Lava Jato pode ser segunda condenação de ex-presidente

0

A juíza substituta na 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba,  Gabriela Hardt, definiu na noite desta quarta-feira, 21, os prazos para as alegações finais no processo que investiga corrupção e lavagem de dinheiro no sítio usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em  Atibaia (SP).

 Lula é um dos 13 réus denunciados no processo da operação Lava Jato. Eles terão até o dia 7 de janeiro de 2019 para apresentarem suas alegações finais, antes das sentenças.

O Ministério Público Federal-MPF terá nove dias, contados a partir de 30 de novembro, para se manifestar. A Petrobras terá dois dias de prazo, entre 11 e 12 de dezembro.

Segundo o MP, as reformas executadas no sítio, utilizado por Lula, mas que está em nome de amigos do ex-presidente, foram bancada com dinheiro roubado dos cofres públicos, por empresas que prestavam serviços para a Petrobrás.

Comentários