Governador da Paraíba também faz parte do esquema de roubo de dinheiro da saúde e educação, diz inquérito Polícia Federal fez devassa no Palácio do Governo hoje

0

O atual governador da Paraíba, João Azevêdo, sofreu mandados de busca e apreensão, cumpridos nesta manhã de terça-feira 17, no palácio de governo e na residência oficial.

Ao todo, a “Operação Calvário – Juízo Final” cumpre 17 mandados de prisão preventiva e 54 de busca e apreensão contra o esquema de desvio de recursos da saúde e da educação.

Três Conselheiros que foram presidentes do TCE, Arthur Cunha Lima, André Carlo Torres e Nominando Diniz também foram alvo de busca e apreensão.

Entre os presos, estão a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) e a prefeita do município paraibano de Conde, Márcia Lucena (PSB).

A operação foi deflagrada em conjunto pela Polícia Federal, Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União (CGU).

De acordo com a decisão do desembargador Ricardo Vital que autorizou a execução de parte dos mandados, alguns investigados nas fases anteriores da Operação Calvário deram informações sobre a estrutura hierárquica e o funcionamento da organização criminosa, identificando outros participantes.

Comentários