Gabi Gol e MC Gui presos aglomerando em cassino clandestino em SP Cerca de 200 pessoas foram flagradas no local

0

A Polícia Civil prendeu o jogador Gabigol, atacante do Flamengo, e o funkeiro MC Gui flagrados em um cassino na Zona de Sul São Paulo no início da madrugada deste domingo (14).

Mais de 200 pessoas estavam jogando, em meio ao novo pico da pandemia de coronavírus na capital. Festas e aglomerações estão proibidas em todo o estado e fase vai até 30 de março. Jogos de azar também configuram contravenção.

Todas as pessoas foram encaminhadas para a Delegacia de Crime contra a Saúde Pública, no Centro de SP. Elas assinaram termo circunstanciado, comprometendo-se a prestar esclarecimentos à polícia depois, e foram liberadas.

Muitos dos que estavam no cassino não usavam máscara, ou usavam de forma errada.

O estabelecimento fica na Rua Alvorada, na Vila Olímpia.

O estado de São Paulo enfrenta um novo pico da pandemia de Covid-19, com alta no número de casos e mortes. Para tentar frear o avanço da doença, o governo estadual anunciou a fase emergencial, que prevê regras mais rígidas de funcionamento da fase vermelha da quarentena, a partir da próxima segunda-feira (15). A fase emergencial deve vigorar até 30 de março.

Com isso, foram suspensas a realização de cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas, além de todos os eventos esportivos, como jogos de futebol, e instituiu o toque de recolher das 20h às 5h.

Mesmo com as restrições, a polícia tem interrompido eventos com aglomerações. Na madrugada de sábado (13), 500 pessoas foram a uma balada clandestina na região do Capão Redondo, também na Zona Sul. Na quarta-feira (10), 158 pessoas foram detidas em uma festa ilegal às margens da Represa Billings, em São Bernardo do Campo, na região do ABC. Na sexta (12), a polícia parou uma balada com cerca de 150 pessoas no Tatuapé, na Zona Leste.

Comentários