Fim do segredo: saiba como fazer o penteado resistir até o fim da festa Confira as dicas de especialistas para manter impecável o seu look até o final

0

Embaixo do chuveiro

Dispense o condicionador e lave os fios apenas com xampu. O excesso de creme pode deixá-los oleosos, pesados e sem movimento, atrapalhando a construção e a durabilidade do penteado. Se o seu cabelo for seco ou estiver danificado, use um primer capilar depois do banho, no comprimento e pontas dos fios ainda úmidos. Esse tipo de produto iguala o estado da fibra capilar, sela as cutículas e proporciona maciez na medida certa ao cabelo, sem que ele fique melado demais. 

Livre de umidade

Nenhum penteado resiste a ela, portanto, retire o excesso de água dos fios com a ajuda de uma toalha macia, apertando-a delicadamente debaixo para cima, e um secador, com movimentos rápidos.

Escova perfeita

Se quiser fios lisinhos, antes de começar a escová-los, espalhe um protetor térmico para protegê-los do calor do secador e também de agentes externos, como o vento e a umidade, depois do penteado pronto. Separe o cabelo em mechas finas, posicione a escova embaixo ou em cima de cada uma delas e passe o secador bem devagar. Vale repetir a manobra algumas vezes para os fios ficarem retinhos. Carregue um xampu a seco na bolsa caso a raiz comece a ficar oleosa. Borrife-o com certa distância da cabeça e passe os dedos parar eliminar possíveis resíduos brancos do produto.

Volume e textura

Para levantar a raiz e auxiliar na sustentação do penteado, aposte em um spray de volume ou em fios desfiados com um pente fino no topo da cabeça. “Em cabelos finos e lisos, gosto de fazer babyliss de raiz para dar textura a eles”, conta a cabeleireira Cristiane Calçolari, do salão L’Officiel III, em São Paulo. No comprimento, passe um produto que ajude a formar e segura as ondas ou os cachos criados com o modelador, como, por exemplo, um mousse. Prefira as versões que protegem os fios do calor do aparelho.

Solto ou preso?

Os penteados meio presos ou presos são os mais “duráveis”. Não economize em grampos e elásticos, levando alguns na bolsa para casos de emergência. Cruzar dois grampos garante uma sustentação ainda mais eficaz. “Se a opção for um rabo de cavalo bem esticado, use uma pomada a base de água para manter os fios “colados” à cabeça e dar um acabamento brilhante na medida certa”, indica o cabeleireiro Deny Azevedo, do Wig. Salão, em São Paulo.

Finalização

Aqui, seu melhor amigo é sem dúvida o spray de fixação forte. E pode usar sem medo porque, diferentes dos antigos, os produtos mais modernos não deixam o cabelo super duro, difícil de lavar e com cheiro ruim. Borrife a uma distância de cerca de 20 centímetros da cabeça.

 

Fonte: Revista Estilo

Comentários