Filhote de Onça Pintada resgatado com patas queimadas no Pantanal

0

Com a ajuda da Marinha do Brasil, um filhote de onça-pintada com as patas queimadas, em incêndio que devasta o Pantanal, foi resgatado na tarde desta sexta-feira, (11), próximo a Porto Jofre, Mato Grosso.

Onça pintada é colocada em helicóptero da Marinha

O filhote foi resgatado no parque estadual Encontro das Águas que tem a maior concentração do felino no mundo, em um helicóptero Super Cougar (UH-15), empregado na Operação Pantanal desde o início do incêndio (25/07) para o transporte de pessoal e material.

A onça foi levada para o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Após recuperação, será devolvida à natureza.

Durante todo o trajeto, o filhote permaneceu sedado e, segundo a equipe, aparentemente, apesar do ferimento, apresentava bom estado de saúde. A onça-pintada, um dos animais símbolos do Pantanal, é considerado o maior felino das Américas.

O Pantanal enfrenta a maior onda de queimadas de sua história. As chamas já atingiram 2,3 milhões de hectares do bioma, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O número representa mais de 15% de toda a extensão do Pantanal.

Pantanal em chamas
A área queimada corresponde, por exemplo, a quase três vezes a região metropolitana de São Paulo, que abriga 39 municípios, ou 15 vezes a área da capital paulista.

De janeiro ao início de setembro, foram registrados 12,1 mil focos de calor no Pantanal, segundo o Inpe. É o maior número no período desde 1998, quando o instituto iniciou um monitoramento que se tornou referência para acompanhar as queimadas no país.

Cobra queimada no Pantanal

Em meio ao avanço do fogo, os animais lutam para sobreviver, enquanto a vegetação é devastada.

Jacarés não conseguem escapar das queimadas no Pantanal

Comentários