Ex-presidente do STJ tem escritórios vasculhada pela PF César Astor Rocha é investigado por obstrução de Justiça

0

A segunda fase da operação Appius está nas ruas nesta sexta-feira
(29) em busca de provas sobre a  propina dada pela Camargo Corrêa para enterrar as investigações da operação Castelo de Areia.

Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, em escritórios de advocacia

nos escritórios de advocacia de Cesar Asfor Rocha, em São Paulo e em Brasília.

O Ex-presidente do STJ foi acusado por Antonio Palocci de ter recebido propina para acabar com as investigações da operação Castelo de Areia.

Na primeira fase, o principal alvo também  foi o ex-presidente do STJ.

Comentários