Ex-governadores do DF são réus por roubo de dinheiro público Agnelo Queiroz e José Roberto Arruda deram prejuízo de quase um bilhão de Reais

0

Os ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, agora são réus na Operação Panatenaico, que investiga o roubo de quase um bilhão de reais na construção do estádio Mané Garrincha em Brasília.

A juíza Pollyana Kelly Maciel, titular da 12ª Vara da Justiça Federal no DF, acatou a denúncia do Ministério Público Federal contra 12 investigados na operação.

Além dos ex-governadores, o ex-vice-governador do DF, Tadeu Filippelli também foi transformado em réu e juntos respondem por organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e fraude à licitação.

O estádio Mané Garrincha foi orçado originalmente em R$600 milhões, mas acabou custando R$ 1,6 Bilhões. A polícia descobriu um superfaturamento de R$ 900 milhões.

Comentários