Ex-governador da Paraíba tem mandado de prisão por roubar R$ 120 milhões da saúde Dinheiro teria sido usado para financiar campanhas eleitorais

0

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho do PSB, está foragido e teve seu nome incluído na lista de buscas da Interpol nesta manhã de terça feira 17.

Coutinho é apontado como chefe de uma quadrilha que desviou R$ 120 milhões da área da saúde para campanhas políticas de 2010, 2014 e 2018.

O ex-governador já conhece a prisão, em maio deste ano, visitou o amigo, ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva na cadeia. Lula disse que admira o caráter do foragido e elencou o criminoso como sua testemunha de defesa.

Deputados, prefeitos e secretários também são alvos da Operação Calvário – Juízo Final que investiga os desvios, que somados aos da área da saúde, chegam a R$ 134 milhões,

Os mandados de prisão são para:

Ricardo Vieira Coutinho (ex-governador – PSB)
Estelizabel Bezerra de Souza (deputada estadual – PSB)
Márcia de Figueiredo Lucena Lira (prefeita do Conde – PSB)
Waldson Dias de Souza (ex-secretário de de Planejamento, Orçamento e Gestão)
Gilberto Carneiro da Gama (ex-procurador geral do Estado)
Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras
Coriolano Coutinho
Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas
José Arthur Viana Teixeira
Breno Dornelles Pahim Neto
Fracisco das Chagas Ferreira
Denise Krummenauer Pahim
David Clemente Monteiro Correia
Márcio Nogueira Vignoli
Valdemar Ábila
Vladimir dos Santos Neiva
Hilario Ananias Queiroz Nogueira

A Polícia Federal, conta com cerca de 350 Policiais Federais, além de Procuradores da República e auditores da CGU cumprem 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiânia e Paraná.

Comentários