EUA liberam remédio contra coronavirus Remdesivir é aposta para o tratamento das vítimas do vírus chinês

0

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciau que a Agência de Administração de Alimentos e Drogas (FDA, na sigla em inglês) o mesmo que a ANVISA no Brasil, autorizou, em caráter emergencial, o uso do medicamento antiviral Remdesivir para o tratamento de alguns pacientes com Covid-19.

Segundo o presidente norte-americano, o medicamento será usado prioritariamente para o tratamento das pessoas que estão em estado mais grave.

O anúncio foi feito em um pronunciamento na Casa Branca. O Remdesevir não está à venda até o momento, mas apresentou bons resultados em testes laboratoriais e clínicos, segundo Trump.

Um estudo da empresa Gilead, responsável pelo remédio, afirma que o tratamento com Remdesivir reduziu em 31% o tempo de recuperação de pacientes com Covid-19.

“É uma contribuição para as pessoas que não estão bem, que estão doentes com essa praga horrível que atingiu nosso país”, disse Trump.

O vice-presidente Mike Pence afirmou que 1 milhão de doses do medicamento serão distribuídas para os hospitais a partir de segunda-feira.

Comentários