Escolha seu projeto para a área de lazer do Estádio Mané Garrincha, em Brasília

0

O consórcio Arena BSB, que assumiu a gestão do complexo esportivo da capital, os finalistas do concurso que vai definir o desenho arquitetônico do espaço de lazer a céu aberto que será construído no local.

A comissão julgadora da empresa selecionou os três melhores projetos, que devem passar por ajustes no próximo mês. Após a conclusão, em dezembro deste ano, um deles será escolhido e premiado em R$ 5, 2 milhões. A previsão é de que o projeto comece a sair do papel em janeiro e seja concluído até 2024.

o conjunto esportivo sob a responsabilidade do Arena BSB inclui o Ginásio Nilson Nelson e o Complexo Aquático Cláudio Coutinho.

O conjunto vinha sendo chamado de Arenaplex, mas foi renomeado pela nova empresa como Complexo Esportivo e de Lazer Arena BSB.

Boulevard Monumental

O projeto de área de lazer e entretenimento da capital prevê uma série de atrações. O consórcio poderá explorar economicamente a região. Veja algumas dos estabelecimentos previstos:

  • Cinema
  • Aquário
  • Teatro
  • Casa noturna
  • Restaurantes
  • Academia
  • Quadras esportivas
  • Lojas
  • Clínicas
  • Escritórios

O consórcio terá de passar 5% do faturamento líquido à Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). Além disso, o órgão estima receber pela outorga da concessão cerca de R$ 150 milhões em 35 anos.

De acordo com os responsáveis pela Arena BSB, a expectativa é de investimento é de R$ 500 milhões apenas com a construção do boulevard.

Veja os projetos finalistas

  • Projeto 1

Prevê duas praças, sendo uma na parte nomeada “Praça das Águas”, com área coberta, posicionada no ponto mais alto do terreno e fazendo a separação entre o complexo esportivo e o boulevard. A proposta é de um grupo de arquitetos da Salvati Empreendimentos Imobiliários, de Caxias do Sul (RS).

Projeto da Salvati Empreendimentos Imobiliários para a área de lazer do Complexo Esportivo e de Lazer Arena BSB — Foto: Divulgação
  • Projeto2

Cria um mirante em área lateral do Mané Garrincha com visão para a cidade, de onde será possível ver o Lago Paranoá. A análise técnica destaca o paisagismo de vegetação rasteira – baixa – que visa enfatizar o Estádio Mané Garrincha como monumento aos visitantes. Feito pelo grupo de arquitetos da ARQBR Arquitetura e Urbanismo, de Brasília.

Projeto da ARQBR Arquitetura e Urbanismo para a área de lazer do Complexo Esportivo e de Lazer Arena BSB — Foto: Divulgação
  • Projeto 3

Inclui uma praça de acesso pela via do Eixo Monumental. O projeto foi destacado pela equipe técnica por incluir cobertura parcial da área de lojas, observando a característica de clima árido da capital. Feito por equipe da AP Arquitetos, de Curitiba (PR).

Projeto da AP Arquitetos para a área de lazer do Complexo Esportivo e de Lazer Arena BSB — Foto: Divulgação

A área central de Brasília é tombada como patrimônio da humanidade, o que significa que, por lei, o projeto arquitetônico e urbanístico de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa deve ser preservado. Portanto, a construção do complexo deve atender parâmetros de uso e ocupação do solo para o Setor de Recreação Pública Norte, reestruturando 40% do local em área verde – que corresponde a 300 mil m².

Fonte: G1

Comentários