Enfermeira afastada por EPI transparente Ela trabalha em ala masculina de infectados por coronavírus

0

Segundo o site russo TULSKIE NOVOSTI, uma enfermeira foi suspensa do hospital em que trabalha depois de usar apenas roupas íntimas sob os equipamentos de proteção individual – EPI. Ela trabalha na ala masculina de pacientes em tratamento do coronavírus do hospital.

A enfermeira trabalha na cidade de Tula, que fica a 160km de distância de Moscou.

Enfermeira Russa com roupa de proteção transparente c

Segundo alegou a mulher, que não teve o nome revelado, ela não usou roupas pois estava com “muito calor”.

O avental usado pela enfermeira é feito de vinil transparente, e isso revelou o que havia por baixo da roupa. Posteriormente, ela alegou que não achou que a proteção seria tão transparente a esse ponto.

Enfermeira amou pacientes da ala masculina
Enfermeira amou pacientes da ala masculina com roupa transparente

Nenhum paciente reclamou e alguns até se esforçavam para conferir o que havia por baixo das vestimentas da profissional. O hospital alegou que a suspensão ocorreu, porque a enfermeira por não cumpriu os requisitos para uso de roupas médicas.

O órgão da saúde local confirmou que “uma sanção disciplinar foi aplicada à enfermeira do departamento de doenças infecciosas que violaram requisitos”.

Comentários