Dinheiro público foi para YouTube de Bolsonaristas investigados por notícias falsas

0

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco do Nordeste (BNB) gastaram na gestão do presidente Jair Bolsonaro, dinheiro público com anúncios em canais do youtube de bolsonaristas investigados pelo STF.

O BNDES, pagou 803.680 anúncios em dez canais que pertencem ou são administrados por investigados por disseminação de notícias falsas pelo Supremo.

Os canais que mais receberam anúncios são a Folha Política, com 289.638 anúncios, seguido por O Giro de Notícias (195.983), Vlog do Lisboa (142.061), Foco do Brasil (121.595), Ravox Brasil (31.515), Bernardo Pires Kuster (12.408), Terça Livre (6.757).”

Já o BNB pagou por 378.729 anúncios em 11 canais ligados a investigados pelo STF.

Comentários