Desembargador que humilhou guarda é afastado pelo CNJ

0

O Conselho Nacional de Justiça afastou do cargo o desembargador Eduardo Siqueira que humilhou um guarda municipal de Santos, São Paulo.

O guarda municipal abordou o desembargador em junho, na praia e solicitou para que o magistradi vestisse máscara de proteção contra covid-19, mas foi desacatado e humilhado pelo desembargador.

“É fato público e notório a sua forma agressiva, a sua forma autoritária, a sua forma de menosprezo com relação à autoridade de segurança pública, a guarda municipal, que estava preservando a vida do magistrado e da população. Ele apenas foi abordar e foi agredido”, disse na sessão o corregedor-nacional de Justiça, Humberto Martins, que propôs o afastamento.

Os outros 14 conselheiros do CNJ acompanharam o voto, sem discussões. nesta terça-feira (25), e por unanimidade, também decidiram abrir procedimento administrativo disciplinar para apurar a conduta do desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira. Ele está afastado das funções até o fim do processo.

Comentários