Deputado do Maranhão preso tocando terror em Teresina Fábio Macedo foi preso ontem à noite em um bar na cidade de Teresina

0

Completamente bêbado, o deputado maranhense Fábio Macedo foi preso depois de agredir o cantor Léo Cachorrão e  outra pessoa não idênticada  até o momento, ontem à noite em um casa de shows na cidade de Teresina no Piau.

Na delegacia, segundo os agentes que participaram da operação, o parlamentar  desacatou e ameaçou de morte policiais. O parlamentar foi autuado por lesão corporal e resistência à prisão.

Segundo informações de garçons do local, o parlamentar participava de encontro com dançarinas.

As mulheres, geralmente entre 19 a 25 anos, são universitárias e algumas de famílias conhecidas da sociedade piauiense, que são agenciadas por cafetões locais que cobram até R$ 3 mil por programa com as mulheres.

Segundo a Polícia Militar, o parlamentar jogou um copo de vidro no rosto de um músico da banda “Léo Cachorrão” e também feriu um sargento da Polícia Militar (PM) na mão. “O músico teve um corte na região do rosto, foi levado para um hospital e recebeu atendimentos. O PM agredido pelo deputado teve um ferimento leve e já foi ouvido pelo delegado”, informou a tenente-coronel Elza Rodrigues, diretora de comunicação da PM.

Segundo o delegado Sebastião Alencar, gerente de Policiamento Metropolitano, o homem que o Fábio Macedo agrediu ligou para a polícia após receber ameaças e agressões.

Dois policiais militares foram atender a ocorrência, um deles também foi agredido pelo deputado. Ele ainda chegou a ameaçar a vítima de morte na frente dos oficiais. O rapaz que foi agredido teria dívida com Fábio Macedo.

 

 

 

Comentários