Demissão de presidente derruba valor da Petrobrás em 55 bi Ações despencaram nesta sexta-feira

0

Com o anúncio da saída do presidente da Petrobrás, Pedro Parente, na manhã de hoje, a Petrobras perdeu nesta sexta-feira (01) mais de R$ 55 bilhões em valor de mercado, segundo a Economatica. Em oito pregões, a empresa chegou a perder R$ 126 bilhões em valor de mercado. Por volta das 13h desta sexta, a petrolífera estava avaliada em R$ 215,7 bilhões.

Nos últimos 15 dias, enfrentando problemas com a paralisação dos caminhoneiros e a recente greve dos petroleiros e finalizando com a saída de Pedro Parente, os papeis da Petrobrás perderam R$ 173 bilhões em valor de mercado e ocupa agora, o 4º lugar no ranking das mais valorizadas, atrás da Ambev, Vale e Itaú Unibanco.

Apesar da queda no valor das ações, a situação ainda é confortável em relação a dois anos atrás, quando Parente assumiu a direção e a empresa que era avaliada em R$ 123,3 bilhões.

Pedro Parente presidiu a Petrobrás por dois anos.

Comentários