Damares Alves será ministra de Direitos Humanos e ficará com FUNAI Decisão foi comunicada hoje

0

A  advogada Damares Alves, assessora do senador Magno Malta, será a ministra de Mulher, Família e Direitos Humanos no governo Jair Bolsonaro. O anúncio foi feito por Onix Lorenzoni e confirmado por Jair Bolsonaro.

O destino da Funai fica selado depois que a cúpula do governo de transição achou que Sérgio Moro estaria assoberbado de trabalho no ministério da Justiça.

Na tarde de hoje, índios chegaram.a fazer pajelança na sede do governo de transição para pedir a permanência da Funai no ministério da Justiça.

A pajelança não subiu aos deuses indígenas e Damares, cuidará do futuro das tribos nacionais.

 

Comentários