Como os pais devem descontinuar o uso da chupeta? Ela suga a chupeta e os adultos a utilizam como forma de acalmá-la ou fazê-la dormir.

0

Como os pais devem descontinuar o uso da chupeta?

Essa é uma dúvida comum entre os pais que já se decidiram em tirar a chupeta da criança. Não vou discutir nesse momento, se deveria ter sido oferecida a chupeta ou não. Esse é um papo para outro momento e muito polêmico, mas importante, sem dúvida. Costumo orientar quem me pergunta a esse respeito, de que alguns passos são necessários antes que se inicie, de fato, a retirada do hábito de sucção de chupeta. Primeiro, todos da família têm que concordar que já é o momento, o pai, a mãe, os avós e a babá. Sim, não somente a criança usa chupeta, mas todos aqueles que cuidam dela, em algum momento.

Ela suga a chupeta e os adultos a utilizam como forma de acalmá-la ou fazê-la dormir. Na verdade, quem decidiu que a criança usaria a chupeta foram os adultos e agora, é a hora de eles tomarem a decisão de remover o hábito. Essa decisão terá um custo, dará trabalho, necessitará de empenho em não voltar atrás, caso contrário, será mais difícil da próxima vez. Outro conselho importante é não retirar outro hábito ao mesmo tempo e nem escolher um momento de mudança de moradia, chegada de um irmão, troca de babá ou qualquer outra mudança na vida da criança. Deve ser escolhido um momento tranquilo, em que “tudo esteja em seu lugar”.

Isto posto, faz-se necessário que os momentos em que ela utiliza a chupeta sejam identificados, de modo a, gradativamente, diminuir a frequência do hábito. Inicialmente, pode ser estabelecido que “a chupeta não passeia”, não sai de casa, e pode ser combinado que ficará guardada embaixo do travesseiro, por exemplo. Quando ela já estiver acostumada com essa regra, não mais contestá-la, pode ser implementada a nova fase. Por exemplo, não pode utilizar a chupeta de dia. Se a criança for dormir, não poderá usá-la. Em um primeiro momento, pode ser que não seja possível conciliar o sono, mas como será durante o dia, em que os adultos estão dispostos (ou deveriam estar) para dar atenção e ter paciência com ela, isso não será um problema. Aos poucos, ela se acostumará a dormir sem chupeta e o próximo passo será dormir à noite, sem o uso do hábito. Ao final, poderá ser combinada uma troca com Papai Noel ou o Coelhinho da Páscoa ou mesmo com o dentista. A criança entregará a chupeta e receberá um presente em troca. Mas, por que o hábito da chupeta é prejudicial para a criança? Eu te respondo, na

próxima edição da Bsb Magazine!! Até lá!!

Comentários