Como explorar Paris: segredinhos e achados Dicas de concierges dos melhores hotéis da cidade para você desbravar a capital francesa de uma forma totalmente inédita

0

Olivier Cambournac, concierge do The Peninsula Paris

1. “Um dos restaurantes do momento na cidade, o Yeeels surpreende com sua decoração suntuosa. Ele tem uma atmosfera sofisticada muito interessante, que se assemelha a uma combinação da Nova York dos anos 1920 com um salon parisiense. Reabre em setembro”

2. “Para se sentir um parisiense, uma ida à barbearia Les Mauvais Garçons é uma experiência e tanto. Considerado um dos melhores do país, o negócio familiar foi todo decorado com peças garimpadas em lojas de antiguidade para dar uma alma retrô e autêntica ao lugar.”

3. “Fora do circuito tradicional, o Musée Guimet é um must see. Com três andares, o museu dedica-se à arte asiática. O acervo não se resume a peças apenas da China e do Japão mas também exibe obras da Coreia, da Tailândia, da Indonésia e da Malásia, entre outros países do continente. É uma das maiores coleções do gênero fora da Ásia.”

Jerôme Poret, concierge do Plaza Athénée Paris

4. “Reaberto depois de seis anos em reformas, o Musée de l’Homme (foto acima) é uma das atrações mais interessantes de Paris. Dedicado à antropologia, o acervo, com displays modernos, permite aos visitantes entender a evolução da humanidade.”

5. “Com uma estrela no Michelin, o Les Climats fica dentro da antiga Maison des Dames des Postes, edifício onde funcionava uma empresa de telefonia em 1905, que foi lindamente reformado e manteve algumas peças originais. Serve pratos da culinária francesa, com toques modernos, e a carta de vinhos traz uma variada seleção de rótulos da Borgonha.”

Alexandre Trouche, concierge do Mandarin Oriental Paris

6. “Localizado no 11º arrondissement, a região hypada do momento na cidade, o Le Clown Bar (foto abaixo) é um charmoso wine bar, com estilo retrô e referências kitsch em sua decoração. A cozinha é comandada pelo chef japonês Atsumi Sota, que prepara deliciosas porções.”

7. “Com um conceito único em Paris, o Derrière é um restaurante francês em que o cliente pode escolher se prefere comer na sala, no banheiro, no quarto ou na cozinha da casa… Ao lado, fica também o Andy Wahloo, um ótimo bar, com coquetéis e música.”

8. “Próximo ao Trocadéro, o Hexagone é um restaurante dedicado à culinária francesa contemporânea, mas sem toda a formalidade que esse tipo de casa costuma ter. O lugar é comandado por Mathieu Pacaud, chef que já foi premiado com três estrelas no Michelin no seu antigo estabelecimento.”

Busque hospedagens em Paris

Fonte: Viagem - Por Júlia Gouveia
Comentários