Celina Leão toma posse na Secretária de Esportes do DF Secretária diz que vai estudar abertura de áreas esportivas

0

A deputada federal Celina Leão (PP) acaba de embarcar no Governo do DF e, na primeira entrevista que deu como secretária de Esportes, disse que o tempo da pandemia é o momento de colocar a saúde em primeiro lugar. E já cogita a liberação de atividades físicas.

Ao lado do governador Ibaneis Rocha, na cerimônia de posse, disse que vai estudar a abertura gradual. “Precisamos sentar com os especialistas da área de saúde para entender qual o grau de risco de cada atividade. A gente sabe que a caminhada ao ar livre não traz prejuízo. Então, o que iremos liberar de atividades? Quais quadras podem entrar nessa retomada de atividades?”

Celina disse que as atividades devem ser liberadas gradualmente, de acordo com cada pesquisa e sentindo o que aquela atividade pode causar de impacto na nossa rede de saúde.

As atividades físicas, ela conta, estão no cronograma do governador Ibaneis para serem retomadas “no futuro”. Mas somente depois do comércio: “Não serão as primeiras (atividades a serem retomadas), porque teremos o comércio, que envolve menos contato. Então, é ver como cada funcionamento vai impactar na saúde”, disse.

Para a retomada das atividades, Celina afirma, é preciso ouvir, além de especialistas da Saúde, associações, federações e entidades ligadas ao esporte, “para que possam sugerir protocolos”. “E aí pensamos em como tudo pode voltar a funcionar, quando possível. As academias vão funcionar com número restrito de alunos? Com horário específico para as aulas, álcool gel e protocolos para uso dos aparelhos? Tudo isso, vou sentar e conversar com eles, envolvendo a área técnica de Saúde, e ver o que pode ser feito”, explicou.

Esporte e saúde na pandemia

Esporte, ela ressaltou, não é somente lazer, mas também envolve saúde. “Então, como uma política pública de saúde, a gente tem que levar – até nesse momento de pandemia – a vida saudável para as pessoas. Essa é a discussão que eu quero trazer para dentro do governo. O que a gente pode fazer para melhorar a qualidade de vida das pessoas na pandemia? Como é que vai ser o retorno das atividades no setor? Como é que a gente vai conseguir retomá-las? Quero discutir esse assunto juntamente aos técnicos da Saúde”, pontuou.
Com informações da agência GDF.

Comentários