Casa Valduga entra no mercado de cervejas artesanais com a Cervejaria Leopoldina Famosa pelos vinhos, marca lança Cervejaria Leopoldina e apresenta linha com cinco cervejas, entre elas uma valiosa Old Strong Ale

0
A IPA (R$ 25,90), A OLD STRONG ALE ( R$ 129) E A PISLNER (R$ 22,90), NOVIDADES DA CERVEJARIA LEOPOLDINA (FOTO: DIVULGAÇÃO)
A IPA (R$ 25,90), A OLD STRONG ALE ( R$ 129) E A PISLNER (R$ 22,90), NOVIDADES DA CERVEJARIA LEOPOLDINA (FOTO: DIVULGAÇÃO)

BSB – Conhecida pela produção de vinhos, a Casa Valduga entra no mercado de cervejas artesanais com a Cervejaria Leopoldina. O nome é uma homenagem à Maria Leopoldina, arquiduquesa da Áustria e imperatriz-consorte de Dom Pedro I que chegou ao Brasil em 1824, abraçou a causa independentista e foi admirada pelos brasileiros da época. O nome também se refere a uma das principais vias do Vale dos Vinhedos, local onde a Família Valduga se instalou quando chegou ao Brasil e permanece até hoje.

A coleção de cervejas artesanais tem como base as principais escolas cervejeiras, cuja tradição nos fermentados é mundialmente reconhecida. As bebidas são elaboradas com a seleção dos melhores maltes, lúpulos e leveduras, importados da Europa, aliando tecnologia e qualidade que garantem o alto padrão dos produtos.

Ao todo, são cinco rótulos, que passam pelas tradicionais Pilsner, IPA, Weissbier e Witbier. Mas o grande destaque da primeira leva de novidades é a Old Strong Ale.
A cerveja, com 11% de teor alcoolico, passa por oito meses de maturação em barricas de carvalho e segunda fermentação dentro da própria garrafa, feita à semelhança de espumantes. Frutas secas, nozes, mel e vinho do porto são os sabores que se destacam.

Em versão 750 ml, a Leopoldida Old Strong Ale sai por R$ 129.

strong

A Leopoldina Old Strong Ale é uma cerveja escura, cujo sabor remete a frutas secas, nozes, mel e vinho do porto – resultado da mais fina seleção do malte, com oito meses de maturação em barricas de carvalho e segunda fermentação dentro da própria garrafa. Por estar acondicionada em uma garrafa de espumante, seu sabor único e equilibrado é mantido em perfeita harmonia, preservando toda sua originalidade. Assim como os grandes vinhos, esta cerveja melhora com o tempo. Por ser concentrada e amarga, é indicada para paladares mais apurados.

_____________________________________________________________________

A IPA é uma típica American IPA com aroma de notas cítricas e florais, possui uma coloração cobre avermelhado, é forte, encorpada e muito equilibrada. Apresenta um aroma intenso, com sabor e amargor característicos, além de grande persistência (R$ 25,90).ipa

_____________________________________________________________________

Weissbier que promete ser extremamente refrescante, produzida com o melhor trigo da Bavária – uma das regiões cervejeiras de maior prestígio na Alemanha – e apresenta aromas de cravo e banana. Elaborada com malte de trigo e de cevada, a Wiessbier não é filtrada, apresentando aspecto turvo, sabor leve e frutado (R$ 24,90).

weiss

_____________________________________________________________________

Leopoldina Witbier é uma combinação leve e refrescante. Produzida com uma delicada seleção de maltes de trigo, a Leopoldina Witbier possui um toque adocicado e cítrico, provenientes do limão siciliano e do coentro, que criam uma harmonia indiscutível. Uma bebida agradável e que proporciona

combinações com diferentes pratos (R$  14,90).

wit

E por fim a Leopoldina Pilsner é elaborada com maltes especiais e lúpulos da região de Plzeň. Não filtrada com um colarinho branco de excelente textura e consistência, apresenta aromas de notas florais e levemente maltadas. Por sua versatilidade harmoniza bem com diversos pratos (R$ 22,90).

pils

Fonte: GQ

Comentários