Câmara pede privilégios para acusados de roubar dinheiro público

0

A Câmara dos Deputados quer dar privilégio para dois deputados alvos de investigações por roubo de dinheiro público.

A Casa Legislativa Federal pediu nesta terça-feira (28) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a anulação das buscas realizadas nos gabinetes dis deputados Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, e Rejane Dias, mulher do governador do Piauí, Wellington Dias.

A Câmara dos Deputados quer que o material apreendido pela Polícia Federal nos gabinetes seja encaminhado ao Supremo.

Ainda segundo a petição apresentada, a operação de busca e apreensão nos gabinetes dos deputados “coloca claramente em risco o pleno e regular exercício do mandato”.

O gabinete de Paulinho da Força foi alvo de buscas no dia 14 de julho, no âmbito da Lava Jato. Ele é suspeito de caixa 2 e lavagem de dinheiro.

Rejane Dias foi alvo de buscas ontem, em uma operação que apura irregularidades na área da educação no Piauí, com possível superfaturamento de contratos de transporte escolar.

Comentários