Cabeceiras: Dos convencionais painéis de madeira aos blocos de espuma revestidos de patchwork, as cabeceiras são peças marcantes no quarto Veja as nossas sugestões e inspire-se para criar a sua!

0
O colchão do tipo box spring ganhou uma cabeceira interessante feita com ripas de madeira de demolição. Projeto da arquiteta Cris Negreira
O colchão do tipo box spring ganhou uma cabeceira interessante feita com ripas de madeira de demolição. Projeto da arquiteta Cris Negreira.
Neste quarto, Renato Mendonça, amigo e arquiteto responsável pela obra, optou por usar uma cabeceira de veludo e capitonê, executada pela Conceito Tapeçaria. Acima dela, foto do artista Fabio Messias
Neste quarto, Renato Mendonça, amigo e arquiteto responsável pela obra, optou por usar uma cabeceira de veludo e capitonê, executada pela Conceito Tapeçaria. Acima dela, foto do artista Fabio Messias.
Na casa do arquiteto Ricardo Caminada, em Gonçalves, Minas Gerais, o quarto de casal tem uma esteira de palha, que foi utilizada como cabeceira. Sobre a cama, colcha de crochê de lã
Na casa do arquiteto Ricardo Caminada, em Gonçalves, Minas Gerais, o quarto de casal tem uma esteira de palha, que foi utilizada como cabeceira. Sobre a cama, colcha de crochê de lã.
Assinado pela arquiteta Andrea Murao, o projeto deste apê de 220 m² é uma ode à mulher contemporânea: menos mocinha e mais rock’n’roll. No quarto, a cabeceira foi feita sob medida e estofada com patchwork de diferentes tons de jeans e branco.
Assinado pela arquiteta Andrea Murao, o projeto deste apê de 220 m² é uma ode à mulher contemporânea: menos mocinha e mais rock’n’roll. No quarto, a cabeceira foi feita sob medida e estofada com patchwork de diferentes tons de jeans e branco.
No projeto assinado pela arquiteta Zize Zink, a cama box possui um painel acolchoado de couro natural, de 2 x 2,60 m, que serve de cabeceira. O criado-mudo de nogueira-americana é chumbado na parede.
No projeto assinado pela arquiteta Zize Zink, a cama box possui um painel acolchoado de couro natural, de 2 x 2,60 m, que serve de cabeceira. O criado-mudo de nogueira-americana é chumbado na parede.
O quarto tem cama de laca com criados-mudos acoplados e cabeceira de camurça com capitonê. As instalações elétricas ficam em tubo de inox polido. Reforma do SuperLimão.
O quarto tem cama de laca com criados-mudos acoplados e cabeceira de camurça com capitonê. As instalações elétricas ficam em tubo de inox polido. Reforma do SuperLimão.
É o clássico caso do quarto que cresce junto com a dona. A decoração de bebê mudou aos poucos até se tornar o cantinho de uma adolescente. Destaque para a cabeceira de patchwork em tons de rosa.
É o clássico caso do quarto que cresce junto com a dona. A decoração de bebê mudou aos poucos até se tornar o cantinho de uma adolescente. Destaque para a cabeceira de patchwork em tons de rosa.
Este quarto, projetado pela arquiteta Flavia Petrossi, dobrou de tamanho depois de ser integrado ao escritório. Destaque para a parede de tijolinhos atrás da cabeceira, feita com madeira de demolição.
Este quarto, projetado pela arquiteta Flavia Petrossi, dobrou de tamanho depois de ser integrado ao escritório. Destaque para a parede de tijolinhos atrás da cabeceira, feita com madeira de demolição.
A sensação deste quarto de casal é a cabeceira de patchwork. Repare como o botonê de veludo pink dá vida à composição.
A sensação deste quarto de casal é a cabeceira de patchwork. Repare como o botonê de veludo pink dá vida à composição.

 

As paredes do quarto são pintadas até a metade de branco e o restante com a cor preferida da filha da moradora. A cabeceira estofada dá um charme a mais ao dormitório, decorado pela arquiteta Andrea Murao.
As paredes do quarto são pintadas até a metade de branco e o restante com a cor preferida da filha da moradora. A cabeceira estofada dá um charme a mais ao dormitório, decorado pela arquiteta Andrea Murao.

 

O biombo antigo pertenceu à avó da moradora, na França. No apartamento brasileiro, a peça funciona como cabeceira no quarto do casal.
O biombo antigo pertenceu à avó da moradora, na França. No apartamento brasileiro, a peça funciona como cabeceira no quarto do casal.
A alegria tomou conta deste quarto de 20 m² com uma criação ousada das designers de interiores Maria Fernanda Corrêa e Fernanda Coifman. Elas fizeram uma cabeceira colorida que ultrapassa o limite da parede e invade o teto em cima da cama.
A alegria tomou conta deste quarto de 20 m² com uma criação ousada das designers de interiores Maria Fernanda Corrêa e Fernanda Coifman. Elas fizeram uma cabeceira colorida que ultrapassa o limite da parede e invade o teto em cima da cama.

 

Uma cabeceira que pode ser muitas. Basta mudar de lugar os módulos estofados deste conjunto criado pelos arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes para o quarto de 20 m². Os blocos individuais, revestidos com chenile, são presos uns aos outros por pinos, o que facilita o encaixe e o desencaixe.
Uma cabeceira que pode ser muitas. Basta mudar de lugar os módulos estofados deste conjunto criado pelos arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes para o quarto de 20 m². Os blocos individuais, revestidos com chenile, são presos uns aos outros por pinos, o que facilita o encaixe e o desencaixe.
Este quarto, cheio de personalidade, tem paredes e teto pintados de preto. O destaque fica para a cabeceira, com uma sequência de fotos de Felipe Morozini.
Este quarto, cheio de personalidade, tem paredes e teto pintados de preto. O destaque fica para a cabeceira, com uma sequência de fotos de Felipe Morozini.
Para este apartamento, a arquiteta Bruna Riscali explorou grafites e desenhos. No quarto da filha da moradora não foi diferente: a profissional optou por usar uma arte de Bruno Dias como cabeceira.
Para este apartamento, a arquiteta Bruna Riscali explorou grafites e desenhos. No quarto da filha da moradora não foi diferente: a profissional optou por usar uma arte de Bruno Dias como cabeceira.
Simone Marques, com a ajuda de Andrea Murao (ambas arquitetas), propôs algo novo para este quarto: uma cabeceira estofada, com laterais em forma de caixa, na qual ficam a cama e a penteadeira. “Concentrei as duas peças numa mesma moldura”, explica ela.
Simone Marques, com a ajuda de Andrea Murao (ambas arquitetas), propôs algo novo para este quarto: uma cabeceira estofada, com laterais em forma de caixa, na qual ficam a cama e a penteadeira. “Concentrei as duas peças numa mesma moldura”, explica ela.

 

Confeccionada com couro italiano caramelo, tom CH-05, da Arquivo Contemporâneo, é ladeada por banquetas Phillips, que servem de apoio lateral. Pendente da Reka Iluminação (Foto: Denilson Machado/MCA Estúdio/Divulgação).
Confeccionada com couro italiano caramelo, tom CH-05, da Arquivo Contemporâneo, é ladeada por banquetas Phillips, que servem de apoio lateral. Pendente da Reka Iluminação (Foto: Denilson Machado/MCA Estúdio/Divulgação).

Fonte: Casa e Jardim.

Comentários