Bolsonaro recua e Moro continuará ministro da justiça e da segurança pública Chance zero de desmembrar ministério disse o presidente ao chegar na Índia

0

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (24) ao chegar em Nova Déli, na Índia, que descartou a possibilidade de desmembrar o Ministério da Justiça e da Segurança Publica, comandado por Sergio Moro.

Ontem, Bolsonaro havia dito que o governo estudava desmembrar a Segurança Pública do Ministério da Justiça abrindo vaga para um novo ministro da segurança pública.

Porém, na viagem oficial, o presidente acabou com o debate sobre o assunto e disse que a chance de recriar a pasta da Segurança Pública é “zero”.

“O Brasil está indo muito bem, na segurança pública os números demonstram que estamos no caminho certo. É minha máxima, né, em time que está ganhando não se mexe”, afirmou.

Bolsonaro havia falado sobre o estudo de desmembrar o ministério depois de uma reunião com secretários de segurança pública dos estados.

Segundo Bolsonaro, alguns secretários “podem querer enfraquecer o governo” disse ele quando ressaltou que não há desgaste entre ele e o ministro Sérgio Moro.

“Essa questão de novo, dos secretários, alguns, não são todos, querendo a divisão. Alguns podem estar bem intencionados e outros podem querer enfraquecer o governo. Não existe qualquer atrito entre eu e Moro, eu e [Paulo] Guedes [ministro da Economia], e qualquer outro ministro”, disse o presidente aos repórteres.

O presidente fez questão de frizar que o assunto está encerrado por enquanto e reafirmou “A chance no momento é zero. Tá bom ou não? Tá bom, né? Não sei amanhã. Na política, tudo muda, mas não há essa intenção de dividir [o Ministério da Justiça]. Não há essa intenção”, completou Bolsonaro.

Comentários