Bolsonaro chega a São Paulo e é levado para hospital Presidenciável foi transferido para hospital Albert

0
Bolsonaro chega em São Paulo em avião ambulancia

O avião que levou o candidato à Presidência do Brasil, Jair Bolsonaro para São Paulo pousou no Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul da capital paulista, na manhã desta sexta-feira 7. A vítima de tentativa de assassinato em Juiz de Fora, MG, foi levada para o Hospital Albert Einstein, que também fica na Zona Sul de São Paulo.

Jair Bolsonaro foi levado por uma UTI aérea, acompanhado por um médico do Eistein.  O estado de saúde dele ainda é considerado grave porém, estável, o que possibilitou a transferência.

Segundo o último boletim médico, o político é considerado um paciente grave que está submetido a cuidados intensivos. Na noite desta quinta, ele apresentava quadro estável.

Os médicos em Juiz de Fora fizeram uma colostomia no candidato. A colostomia é a exteriorização de uma parte do intestino grosso para fora do abdome, para eliminação de fezes que estão sendo coletadas por uma bolsa plástica colada na barriga. A colostomia é feita quando o paciente apresenta qualquer problema que o impede de evacuar normalmente pelo ânus. As fezes saem pelo estoma  evitando que passem no local onde foi tratada a perfuração para evitar infecção.

Colostomia, abre o abdome para saída de fezes que são captadas por uma bolsa plástica

A expectativa para reverter a colostomia é de pelo menos, três meses.

Segundo os boletins médicos de Juiz de Fora, veja o que aconteceu com Bolsonaro na Santa Casa:

O candidato teve um choque hipovolêmico – quando há perda severa de sangue. Após o procedimento médico, o sangramento foi controlado.  Ocorreu uma lesão de uma veia na região do abdômen, controlada pelos médicos; Ocorreu uma lesão transfixante (perfuração) grave no intestino grosso, com importante contaminação fecal, que foi resolvida pelos médicos (fechada); Ocorreram três lesões no intestino delgado, que também foram suturadas pelos médicos; Ele fez uma colostomia temporária para evitar uma infecção no intestino grosso. Apesar do estado grave e de risco, a estabilização do quadro foi considerada na decisão de transportar o paciente para São Paulo.

Comentários