Bolsonaro acaba com contribuição sindical descontada em folha Presidente reagiu às manobras da justiça que permitiam desconto em folha

0
O presidente Jair Bolsonaro acabou com as decisões judiciais que permitiam sindicatos receberem contribuições descontadas na folha de pagamento dos trabalhadores.
O governo publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (1)  uma Medida Provisória que acaba com as manobras da Justiça do Trabalho que burlavam a Reforma Trabalhista, no ponto que determinava o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical.
Apesar do que havia sido estabelecido pela reforma, o Tribunal Superior do Trabalho e as instâncias regionais da Justiça do Trabalho autorizavam o desconto em folha  das contribuições decididas por em assembleias coletivas.
Agora ficou proibido descontar contribuição sindical na folha de pagamento. As contribuições sindicais passam a ser espontâneas. Cada trabalhador poderá contribuir com seu sindicato, mas por meio de boleto bancário. Assim, apenas os que quiserem contribuir, vão investir nos sindicalistas.
Comentários