Alcolumbre adia votação de veto de Bolsonaro aos R$30 no Presidente do Congresso disse que precisa de mais tempo para entender propostas do governo

0

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), suspendeu na noite desta terça-feira (3) a sessão de votações e adiou para a próxima terça (10) a análise dos projetos que tratam do orçamento impositivo.

Alcolumbre afirmou que os parlamentares querem mais tempo para analisar os projetos enviados pelo governo.

Mais cedo, nesta terça, o presidente do Congresso afirmou que há um acordo entre os parlamentares para manter vetos do presidente Jair Bolsonaro a trechos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que tratam de emendas parlamentares impositivas, isto é, de execução obrigatória.

Segundo Alcolumbre, o acordo também prevê votação dos projetos enviados pelo governo.

Em 2019, o Congresso Nacional ampliou a parcela impositiva do orçamento deste ano em duas votações. Parte das regras entrou em uma emenda à Constituição, promulgada sem passar pelo aval do Palácio do Planalto, determinando que as emendas obrigatórias sejam de R$30,1 bilhões.

Comentários