Vídeo com piloto dormindo a bordo viraliza na internet Caso registrado por co-piloto da China Airlines causa polêmica em momento de reivindicação trabalhista

0

Sites mundo afora fazem um estardalhaço neste domindo (24) ao reproduzir uma reportagem da agência asiática EBC News.  Repercutem um vídeo de 30 segundos que mostra o comandante de um Boeing 747 da China Airlines supostamente dormindo em pleno voo.

Supostamente porque a notícia vem em meio a um forte movimento grevista com o apoio de mais de 600 pilotos na China, justamente por alegada jornada excessiva de trabalho. Sem entrar no mérito se o movimento é justo ou não, notícias sobre condições de trabalho em período de paralisação trabalhista devem ser vistas com atenção redobrada: de onde vem? A interesse de quem? Com qual propósito? Segundo a EBC News, o comandante e o co-piloto – que fez a filmagem – foram punidos e a companhia multada.

Depois do desfecho, perguntas óbvias, não esclarecidas pela reportagem, ficam no ar:

Por que o co-piloto filmou o comandante em tão situação?

Por que o co-piloto divulgou o vídeo, mesmo ciente que poderia ser punido?

O comandante estava fatigado ou comunicou que tiraria um cochilo?

Em caso negativo, por que simplismente não acordou o colega e providenciou sua substituição pelo terceiro piloto?

A EBC news também não se interessou em esclarecer detalhes importantes. Até porque algumas companhias até incentivam um revezamento entre os pilotos para descansar ao longo do voo. Em rotas longas chega a ser obrigatório. Por isso grandes jatos têm uma cabine conhecida como “sarcófago”, com camas para pilotos e tripulantes.

E se o comandante estivesse mesmo desmaiado de sono, o voo estaria em risco?

A resposta é não!

Aviação sempre trabalha com o conceito de redundância.

Para cada sistema operacional, outros 2 ou 3 sistemas independentes entram em ação para manter a navegabilidade. Com o fator humano não é diferente. Além do comandante, havia o co-piloto. Mais um terceiro oficial a bordo. Noves fora o fato de que na maioria dos voos, pilotos têm trabalho apenas nos procedimentos de pouso e decolagem. A maior parte da rota é gerenciada pelo piloto automático. O importante na cabine é a interação e a coordenação entre a tripulação, como a definição e o compartilhamento de tarefas.

Se a tripulação chinesa está sobrecarregada em voos, o melhor é que se organize e reivindique melhores condições pelas vias legais. Dedurar colegas ou simular perigo a bordo prejudica a categoria e leva desconfiança desnecessária aos passageiros.

 

Comentários